Governo de SP recua e desiste de liberar o uso de máscara ao ar livre em dezembro

Flexibilização da regra entraria em vigor no dia 11 deste mês. Confirmação de casos de contaminação pela nova variante, entretanto, fez comitê mudar de ideia e adiar proposta.

O governo de São Paulo recuou e desistiu de liberar o uso de máscara em ambientes ao ar livre, medida que estava prevista para entrar em vigor no dia 11 de dezembro.

O anúncio foi feito nesta quinta-feira (2) pelo governador João Doria, que está em Nova York, nos Estados Unidos, a trabalho.

confirmação de três casos da variante ômicron nesta quarta (30) fez o comitê científico que orienta a gestão de João Doria (PSDB) adiar a flexibilização.

"Na recomendação feita ao Governo de São Paulo, o Comitê Científico apontou que há incertezas quanto ao impacto da variante ômicron às vésperas do fim de ano. Os períodos de Natal e do Réveillon costumam provocar grandes aglomerações, o que facilita a transmissão de doenças respiratórias como a Covid-19", diz a nota da pela gestão estadual.

A decisão também foi publicada no perfil de João Doria nas redes sociais.

"Atendendo recomendação do Comitê Científico, o estado de SP vai manter a exigência do uso de máscara em espaços abertos. Todos os números demonstram que a pandemia está recuando em São Paulo, mas vamos optar pela precaução. O nosso maior compromisso é com a saúde da população."

Indicadores

A liberação da obrigatoriedade foi anunciada na semana passada pela gestão estadual, mesmo sem, à época, ter atingido as metas estipulada pela pela própria secretaria de saúde de redução de indicadores da pandemia.

Nesta quinta, o estado já tinha atingido alguns dos indicadores estabelecidos. O número de mortes, porém, segue acima do determinado pelo governo para relaxar a regra.

A média móvel diária de mortes registrada no estado foi de 74 nesta quarta-feira (1). O valor é 32% menor do que o registrado há 14 dias, o que para especialistas indica tendência de queda na pandemia.

Já a média diária de casos é de 897, valor 32% menor do que o de 14 dias, o que também aponta tendência de queda.

Metas para liberação:

·         Vacinação completa da população: acima de 75%
Estado está em 76,2%

·         Casos diários: média abaixo de 1,1 mil
Estado está em 897

·         Internações: média abaixo de 300
Estado está em 289

·         Óbitos: média abaixo de 50
Estado está em 74

Fonte g1

 

Categoria:Jornalismo